Projeto de Automação aumenta em 250% a produção Industrial

Desenvolvido por alunos concluintes dos Cursos Técnicos em Automação Industrial e Eletrotécnica do LiceuTec Barretos, o projeto de conclusão de curso vem ganhando notoriedade na indústria regional. 

O Projeto Integrador do Colégio LiceuTec, tem como objetivo principal, acompanhar o aluno em uma vivência profissional que seja próxima da realidade do mercado de trabalho, mas dentro do ambiente Escolar. Onde não só o Professor da disciplina, mas toda a equipe de docentes atua diretamente na condução dos saberes como “padrinhos dos projetos.” Desta forma os alunos sempre são incentivados e orientados na realização de projetos comercialmente funcionais.

Nesse ano os alunos, Adenilson Ferreira, Daniel dos Santos, Evandro Rodrigo e Jair Jesus através do Projeto: Tecnologia e Automação, tiveram a ideia e o êxito em verificar um problema existente na empresa que trabalham, e resolvê-lo. Analisando uma máquina manual de corte de rebarba de retentores, onde havia um grande acompanhamento para evitar a LER (lesão por esforço repetitivo). A ideia principal era a proteção dos colaboradores, e a prevenção de pequenos incidentes, mas o projeto foi muito além e revolucionou toda uma linha de produção industrial secular.

 A automação implementada na máquina, elevou a produção de 10 a 15 peças por minuto para 40 peças por minuto, o que possibilitou não só o aumento da produtividade, mas na qualidade do trabalho dos colaboradores. Este aumento de produção nos traz a seguinte pergunta, o que houve com os funcionários que operavam essas máquinas?

A resposta é simples, como o projeto foi elaborado para melhorar a qualidade e não a quantidade, estes colaboradores estão sendo capacitados para operarem os equipamentos automatizados, bem como na realização de novas atividades. Os alunos envolvidos nesse projeto tiveram um grande nível de aprendizado, um belo exemplo de cumplicidade e respeito.

A direção da Indústria de retentores que fica instalada na cidade de Jaboticabal SP, entendeu que o projeto veio como um UP grade para as máquinas, e que demandará de mais profissionais qualificados.

Deixe uma resposta