Objetivo:

O instrumentador cirúrgico é um profissional indispensável para que o ato operatório transcorra com segurança e qualidade. Sua função primordial é fornecer o instrumental cirúrgico adequado ao cirurgião e ao auxiliar, sendo possível realizar as funções básicas de segundo auxiliar quando o primeiro estiver ocupado.

DIFERENCIAL DE ESTUDAR NO LICEUTEC

O curso Especialização Técnica em Enfermagem Instrumentação Cirúrgica tem como diferencial a metodologia e a vivência teórica prática em laboratório com materiais semelhantes aos utilizados na prática cirúrgica.

Público Alvo/ pré requisitos: Portadores de diploma de conclusão dos seguintes Cursos. Técnico em Enfermagem.

Mercado de Trabalho:

mercado de trabalho para o instrumentador cirúrgico está em expansão e segue os passos do aumento do número de hospitais e clínicas médicas espalhados pelo Brasil. Em praticamente todos esses estabelecimentos há demanda por esses profissionais.

Matriz Curricular

1. Aspectos históricos do Centro Cirúrgico; Estrutura física; funcional; Legislação; normas e rotinas; Preceitos éticos; Constituição e Atribuição
da equipe de cirurgia, a função do Instrumentador;
2. Controles de Infecção Hospitalar – Microbiologia e bacteriologia aplicada;
3. Anatomia e Fisiologia Humana;
4. CME – Estrutura Organizacional, Fluxo do Material, Legislação, Normas e Rotinas;
5. CME – Atuação na área de Sujidade de materiais – Recebimento de materiais para Limpeza, Termo desinfecção, produtos químicos e EPI’s
atuação na área de materiais limpos – Inspeção, separação e preparo p/ esterilização;
6. CME – Tipos Esterilização; Montagem de carga p/ esterilização; entendendo o ciclo da esterilização; indicadores de qualidade da
esterilização; uso de EPI’s; Armazenamento e distribuição de material; controle de temperatura e umidade do ambiente; controles de lotes e
validação;
7. Paramentação cirúrgica; Degermação das mãos; Fluxo de acesso ao C. Cirúrgico; Protocolo de Cirurgia Segura;
8. Selecionar, identificar, classificar, conferir e manusear os instrumentais cirúrgicos e os equipamentos de acordo com a especificidade.
Otimizando o tempo Cirúrgico;
9. Tempos cirúrgicos – diérese, dissecção, hemostasia e síntese; Classificação das cirurgias;
10. Medidas de Biossegurança no Centro Cirúrgico; os curativos, cuidados com sondas, drenos e cateteres;
11. Metodização cirúrgica: assepsia e paramentação. Montagem das mesas auxiliares, disposição da equipe cirúrgica, antissepsia do campo
cirúrgico, sinalização e trânsito dos instrumentos cirúrgicos e dinâmica do conjunto cirúrgico;
12. Assistência de enfermagem na Recuperação Pós-anestésica (RPA) Tipos de Anestesias;
13. Teoria e Prática – Instrumentação em Cirurgia Geral; em Cirurgia do Aparelho Digestivo; em Cirurgia Ortopédica;
14. Teoria e Prática – Instrumentação em Cirurgia Ginecológica; em Cirurgia de Cabeça e pescoço; em Cirurgia Plástica; em Cirurgia
Neurológica;
15. Teoria e Prática – Instrumentação em Cirurgia Cardíaca e Torácica; em Cirurgia da Mama; em Cirurgia Urológica e;
16. Teoria e Prática – Instrumentação em Cirurgias Especiais – Video-laparoscópia e Robótica.
Total de horas de estágio: 120 hs.
Carga horária Total: 360 hs.

Tem interesse? Preencha seus dados: