Industria 4.0. e as novas demandas por profissionais.

Indústria 4.0 ( 4a. Revolução Industrial ) é um Termo Funcional recentemente proposto e normalizado tecnicamente a nível mundial, que representa as conceituações inovadoras que são apoiadas num conjunto de plataformas tecnológicas, voltadas a atender modelos produtivos industriais automatizados e/ou robotizados.
Um dos modelos industriais mais recentes está profundamente alicerçado nas tecnologias mais avançadas, existentes para execução de trocas de conjuntos de informações, métodos de automação/robotização de processos sendo denominado:

R.A. M. I. 4.0 (Reference Architectural Model Industrie 4.0 ou 4o. Modelo de Arquitetura Referencial para a Indústria), devidamente apoiado em soluções que envolvem topologias funcionais orientadas a serviços implementados para favorecer metodologias de gerenciamento, supervisão e monitoramento operacional, que se constituem em soluções rápidas / inteligentes / robustas de controle técnico funcional, na instrumentação especializada de processos, nas redes de intercomunicação rápida e várias outras tecnologias da informação aplicativas, integradas solidamente aos processos produtivos industriai.

 Já que ao se adotarem / empregarem sistemas cyber-físicosinternet das coisas & dos serviçosvirtualização & computação em nuvem (cloud computing, envolvendo data centers / vpns) e big data. As atuais linhas de produção industrial, muitas delas já bem avançadas, poderão se tornar ainda muito mais rápidas, flexíveis, eficientes, precisas, modulares, autônomas, customizáveis & capazes de apresentarem os mais altos índices de custo-benefício possíveis.

R. A. M. I. 4.0–  Recursos  tecnológicos  diferenciais

  • Redes de Intercomunicação Ethernet;
    (Soluções Operacionais abertas para intercomunicação em altas taxas de transferência funcional dos conjuntos de dados e informações dos processos produtivos transportados por cablagens metálicas de categorias operacionais + altas, fibras ópticas e/ou mesmo Wireless)
  • Protocolos de Intercomunicação Funcional OPC©-UA©;
    (Estabelecimento e manutenção dos maiores níveis possíveis de disponibilidade, performance e interoperabilidade tecnológica funcional com protocolos de barramentos industriais legados)
  • Soluções Tecnológicas de CiberSegurança ( “CyberSEC” );
  • Plataformas SOA (Arquiteturas Orientadas a Serviços);
  • Industrial IoT / IoS (Internet das Coisas e dos Serviços);
  • Virtualização de Dados & Computação em Nuvem
    (“Data Virtualization” e “Cloud Computing”);
  • Big Data & Mineração de Dados (“Data Mining”);
  • Máquinas Aprendizes” e Realidade Virtual Aumentada;
  • Gêmeos Digitais” (“Digital Twins”);
  • Tecnologias para Identificação e Rastreamento Produtivo;
  • Técnicas Produtivas RTP e por Adição;
  • Maiores Níveis de Aplicação de Robôs e Drones.

As principais características técnicas marcantes e os objetivos funcionais do R.A.M.I. 4.0 é tornar as plantas produtivas industriais realmente inteligentes, colaborativas e preditivas para que suas soluções operacionais possam ser rápidas, compatíveis, inter-operáveis, resilientes, flexíveis, descentralizadas, seguras e diretamente impactantes nas suas escalas de produção, níveis de mão de obra envolvida e também, logicamente, na melhoria significativa das metodologias para planejamento, logística, tomadas de decisões e ações funcionais.

Arnaldo Cozin

Arnaldo Cozin

Professor e Coordenador

Deixe um

Faça sua Inscrição!

Tem interesse em nossos cursos? Preencha o formulário clicando ao no botão ao lado, para entrarmos em contato!